terça-feira, 28 de dezembro de 2010

SUÍCIDIO


  É a forma de chegar ao ponto de desistir, acabar com tudo mesmo.O ponto em que você nem chega à pensar e refletir, antes de tomar as decisões. As que sejam certas, e claro, corretas. É quando tudo não tem mais jeito, quando tudo acaba pesando que, você olha e observa que, tudo não tem mais sentido algum de continuar ali persistindo. Aquilo que você acha que não dará certo, que não terá mais a continuidade de viver e conviver com aqueles problemas que pesam, que desabam em cima de você.
  A cabeça esquenta, e acaba não pensando no que pode acontecer. Neste momento sua mente fica dormente, paralisa, fica ali " Pensando " Só naquele momento de se matar.
Mas o que em muitos casos o que acontece, é que falta a coragem.

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

TUDO VAI PASSAR!

 As coisas estão se saindo bem, tudo nos conformes. Mas viram, ali, que tudo foi complicado, batalhado, lutaram para estarem onde estão, bem e felizes.
 Parece histórinha de conto de fadas. Mas na verdade, é vida real mesmo. Uma história de duas personalidades diferentes, mas ao mesmo tempo, iguais em certos aspectos. Apenas faltando um pouco de amadurecimento e vontade de crescer e ser. Nunca achavam o caminho certo para estarem bem um com o outro, viviam brigando e parecia que nada se resolvia como devia.
 Eram brigas e confusões frequentes. Barreiras fortes, pesadas e grandes para serem enfrentadas. Obstáculos que seriam difíceis de superar e acabar. Os dois no mesmo mundo, mas ao mesmo tempo estavam ali, um longe do outro. Sendo mantidos assim tudo por causa da infantilidade, da falta de compreensão, da falta de comunicação, sempre, um ao outro.
 Mas agora as coisas parecem que se encaicharam de uma forma simples e banal.  Como se apenas nada fosse feito, porque foi apenas através de um diálogo e que tudo se resolveu da seguinte forma: " Tudo estar bem! "

" Agora as coisas estão resolvidas, nos amamos e viveremos em paz, se Deus quiser.Te amo R. "
P&R S2

sábado, 11 de dezembro de 2010

CONFUSO

 Últimamente, tudo tem ficado estressante, confuso e nada está nos eixos como deveria. Você faz promessas, mas não cumpre com o Digno de obter e fazer. Tudo pra ficar dentro do padrão de um relacionamento. Mas nada está e nem é como eu quero, sei que não posso mais ter você como meu.  Tudo que eu entendo é que não passa de um " Fica " e tudo não fica legal e nem compromissado.
 Você diz que me adora, que gosta muito de mim, mas não vejo e nem sinto nada. És tão frio como um cubo de gelo, que pesa e que sufoca a mente da pessoa, que te ama e que quer apenas que tudo fique bem.
 Chegamos no ponto de conversar e brigar ao mesmo tempo. Não conseguimos mais ter diálogo ao pelo menos se dar um " Oi ". Então, acho que tenho que me afastar, pensar e refletir sobre as coisas, ter um tempo apenas para mim e procurar priorizar também à mim mesmo. Esqueço e acabo me machucando feio com toda essa. Espero que entenda, que procure fazer isso, que procure pelo menos manter as coisas estáveis e que tudo possa se resolver da seguinte maneira: Estarmos bem.
 Eu te amo, mas não posso esquecer de mim. Não posso fingir que nada acontece, tentei ignorar mas não deu. A sua frieza, o seu desprezo, sua crueldade é forte demais e é isso que consegue me vencer, acabei me tornando fraco, frágil. Sou como um gato, dócil, carente, mas sei me defender e atacar também.
 Não está tudo acabado, pelo menos eu acho. Quero apenas um tempinho por essa semana toda pra mim pensar e refletir sobre as coisas, pois isso me fará bem.
 " Irei pensar, refletir, chorar, gritar, enlouquecer...entrarei em processo de pensamentos e sofrimentos mas tudo vai ficar bem, é o que eu espero "

Te amo Muito, como nunca amei e nem amarei ninguém R.
I love You

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

SÍNDROME DE DÉJÀ VU

Em alguns momentos da vida nos sentimos meio desalmados, meio céticos, sem emoção e sem sentimentos mesmo. Tudo fica sem graça, frio. Parece que estamos mortos, que tudo aquilo é só o corpo mesmoe que não há alma.
  Tudo transparece não me comover, não me emocionar, não amar. Mas na verdade, tudo está preso dentro de mim, eu ali querendo que tudo transborde, mas nada.É uma coisa sem graça, sem sal, sem açúcar, sem nem um tipo de coisa que venha de mim mesmo. Tudo fica congelado, muito frio, e todo aquele ar quente de sentimentos e vontades fica ali, preso e congelado.
 
Sei que de alguma forma, machuco alguém. Deixo feridas incuráveis nos outros, mas pode ter certeza de uma coisa: Eu estou te amando, mas nesse momento, tudo está congelado e frio, e não consigo demonstrar meus sentimentos. Estou morto por dentro.

domingo, 21 de novembro de 2010

QUE LEVE BEM À ENTENDER



 Algumas coisas podem ser bem ditas e bem feitas, tudo isso depende de mim e de você. Seu coração é "de lua ", tenho medo de te ligar e você me maltratar. É um único medo que eu tenho que perder, tirar de mim, porque te amo e isso não pode acontecer.
 O que eu sinto é um sentimento profundo, grande, imenso, sincero. Elevo ele cada vez mais alto, mais fundo e sigo em frente com ele até onde posso. Ele aumenta, cresce, evolui de uma forma que sai do meu controle.
 Traição, acho que não.Não faço e nem posso, me sentiria como um bicho sujo, sem raciocínio, e não seria tão idiota em destruir uma coisa que me faz bem, que me deixa quieto, recolhido e leve.
 Não gosto de ser ignorado, maltratado. Sinto-me mal, caio em prantos profundos, viro uma pessoa patética, no meu quarto totalmente escuro, trancado e frio. Já cometi erros, mas quem não comete?
 Mas só um objetivo que eu tenho : Preservar e reconstruir isso novamente, até tudo ficar bem.

Te amo Demais R.
P. Bjo ;D

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

DESMORONANDO, PIOR QUANDO É DE UMA VEZ!



 Quando tudo fica normal e bom, como se não tivesse mais nada pra acontecer. Acontece, não? As coisas desmoronam de uma forma terrível, sangrenta, mortal e que é capaz de levar todas as suas forças. Seu Orgulho, onde fica? Vai embora pro além, pro universo, e você despenca em prantos, como se tudo estivesse acabado e o que resta é morrer.
  Quando todos e tudo vem contra é pior. Pra alguns, é banal, outros não. Algumas coisas podemos até suportar. Na verdade, podemos suportar coisas diversas, desde que seja uma em cada tempo, e não tudo de uma só vez.
 Tudo de uma só vez fica pior. A coisa pesa, e o peso é maior que o seu. Aquilo faz você chorar, transbordar toda a mágoa que está dentro de si mesmo. As lágrimas contidas transbordando é uma espécie de alívio, nos deixa leve, leve.

 " Então sai, deixa correr toda a àgua contida.Então Sai, deixa correr.Toda mágoa velada, é água parada e uma hora transborda "

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

ÁGUA CONTIDA





  Podemos suportar até a medida do possível, segurar até certo ponto máximo pra não dá um de patético na frente das pessoas que amamos e que odiamos. Preservar e transparecer uma imagem boa, segura e conservada é muita essencial à nós mesmos.
  Quando tudo transborda vira um caos total, a cara fica toda amassada, nariz escorrendo. Quando me olho no espelho, percebo que tudo fudeu. É ponto mais patético, mais idiota que você pode demonstrar. Não é ruim, não faz mal. Mas às vezes, temos que guardar e demonstrar essas coisas pra nós mesmos.
 Todos são Humanos, todos tem sentimentos, todos choram. Alguma hora, todos são patéticos. Já fui pior, já cheguei a trancar-me no quarto e despejar tudo que tinha dentro de mim.
 Mas uma coisa é correta, óbvia e certa: "Uma hora tudo pesa, e acaba transbordando!"

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

IGNORIN'U


 Sei que você quer aproximar-se de mim, tentando me fazer estar bem. Convivendo e aprendendo. Mas acho que o meu ser não bate com o seu, alguma coisa me diz que isso não está legal. Posso falar, concordar em certas coisas que nem tem a ver, mas estarei ali quieto no meu canto. Você começa à fazer perguntas desnecessárias que não tem a ver com o momento e o prazer de fazer, entende? Não posso ficar sendo um tipo de "entrevistado", não posso responder o que eu não quero e o que eu nem tenho prazer em dizer., porque sinceramente, não posso ter a vontade de lhe dar atenção, pois se não tenho.
 Não estou lhe julgando pela aparência, não tenho esse costume de fazer julgamento pela casca, considero o recheio, que é o que vale mesmo. Mas você acabou de chegar, e se assim como estar não posso te aturar então, não posso mais fazer nada.
 Não sou Cruel, apenas estou relatando fatos que vejo e observo em você. Vai continuar ali fazendo um interrogatório Idiota sem mais e nem menos, e eu fingindo que entendo e acabo, às vezes, concordando com o que nem tem nada a ver. Mas pode ter certeza de apenas uma coisa, estou te ignorando.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

SUSTENTABILIDADE

Tem gente que pode acreditar. Também, é claro, não acreditar. Afinal, mudanças são coisas muito radicais, coisas diferentes que podem acontecer à sí mesmo, não?
 Sustentabilidade é o ideal para todos e claro, à sí próprio. Manter a cabeça e o queixo erguido, mesmo depois de uma "Porrada" é necessariamente preciso. Aprendi que manter dessa forma é bom, sustentável e amável à nós mesmos...Um mau que eu tinha era do tipo: "Eu te amo, cuido de você e esqueço de mim" . Pra mim, o que mais importa agora é a minha cabeça, a minha pessoa, o meu ser humano. Ligar-se nas coisas da vida, cuidar de mim. Não to querendo dizer que não amo, que não adoro mais. Ao contrário, a merda toda continua, mas agora de outra forma: "Precisando estou aqui, e não aí".
 Não podemos esperar que os outros cuidem de nós, os humanos são uma espécie de monstro que preservam aquela coisa de "Cada um por si". Dúvidas? Então pagas pra ver. Não podia levar um Tombo que eu chorava, ficava ali no meu canto, expondo-me, destroindo-me moralmente. Tanto na imagem, quanto na cabeça.
 Agora as coisas são diferentes, não vou dizer que isso foi em um "Pá!, estou aqui". Não, não. Isso tudo eu aprendi, digo que isso é essencial, bom, belo, e tudo que serve pra minha sustentabilidade se manter para tudo isso. Meu bem, me fazer bem.

sábado, 23 de outubro de 2010

DIAS DE AMARGURAS, DIAS DE FOFURAS

 Se você me ver com um óculos escuros, calado, no meu canto. Por favor, não chegue perto. Nesse dia, não estou legal, e para não ser arrogante evito falar. Não gosto de ser arrogante com ninguém, não gosto de dar patadas em alguém, só se for por merecer.
 Passo direto pra evitar essas coisas. Se falares comigo, tomo cuidado para não te maltratar. Mas deixo bem claro na minha cara que, não estou com paciência alguma. Eu fico largado, jogado.
 Fico frio, cruel. Torno-me uma pessoa totalmente diferente do que sou diariamente, porque sou louco, retardado, amável.
Nos dias de fofura eu dou um conselho. Pois  nesse dia meus lindos dentes aparecem brilhando, transbordando felicidade. Com um humor explendido, que acaba passando até para os outros. Eu rio, bagunço, brinco. Te abraço. Pergunto como você está, e me preocupo totalmente com você.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

FALSIDADE E DÚVIDA

 Ás vezes estamos com coisas na nossa cabeça, coisas que mechem com tudo em si mesmos. É foda você saber de uma coisa, depois de ter rolado outras por muito tempo, e ver que aquilo era tudo mentira e não passava de uma grande coisa da minha cabeça.
 O mundo Humano é uma coisa confusa. Posso considerar, porque existe pessoas que te manipulam de uma forma horrível, escondem de você o "Monstro" que ela é, tornam a sua cabeça uma coisa frágil e fácil de se enganar e iludir.
 O humano se importa com si mesmo, e nada mais interessa. Não vou dizer que todos, mas a maioria sim. Ees só querem saber do seu próprio bem estar e só. Pra ele, isso embala completamente.
 Depois que tais fatos começam a ser bem claros para todos, o sujeito ainda fica ali, guardando, tentando esconder algo que não pode mais ser lacrado e nem escondido. E mesmo assim, de alguma forma, acaba mechendo com a sua cabeça, sua mente. Até você desmoronar de alguma forma de novo.
 Crueldade, isso pode encaixar-se de diversas formas no próprio ser humano. Ele destrói, machuca. E claro, também Ama, de alguma forma.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

AMOR

 As pessoas começam. Mergulham nisso, e acham que podem levar até o fim de cabeça erguida. Acabam maltratando a si mesmo, porque acabam saindo do seu próprio controle. Fazem coisas fora de si, pra se humilhar, se rastejar por alguém que não vale a pena.
 Fazemos coisas que não queremos, coisas que não gostamos, tudo por essa Droga de "Amor". Que é uma coisa que feri, que destrói. Amor aquele que seja por outro, e não pelos nossos. Nossos? Sim, aqueles que convivemos desde criança, desde que colocamos na cabeça que somos gente, humano, um ser vivo.
 Você começa, mergulha, vai fundo. E de repente, pá! Tudo fode, tudo desmorona, tudo acaba. E você? Ah, foda-se, entrou nisso porque quis, neguinho. Chore, é o que resta. Sofra, tudo que estiver acumulado dentro de sua mente. Tudo pra passar e se libertar. E depois? o que acontece? Lá vamos nós de novo.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

AO SUBIR NO PALCO

 É uma ânsia, tesão, emoção, um frio na barriga. Parece que tudo vai explodindo, enquanto não subo no palco. A aflição vai aumentando. O nervosismo é uma loucura total. As mãos tremendo, a voz trêmula, sem explicação.
 Fico pensando como será o show, se vai dar certo, se aquela galera vai curtir. Tudo envolvendo uma lógica total antes de subir no palco e fazer o que sabemos, o que gostamos de fazer.
 Só em pensar que ali está uma galera que está querendo  curtir, te ver. Sentir tua música e sacar o que está acontecendo. Isso é muito Foda!
 Enquanto não subir no palco, e não tocar a primeira música, a tremedeira não para. Continua enquanto isso não acontece. Quanto mais eu penso em estar lá, mais fico nervoso, mais fico tenso. Sem saber o que pensar e refletir, coisa que não dá mesmo.
 Mas é isso, o foda é depois que você toca a primeira música, não quer mais parar. Depois que você desce do palco e uma galera chega contigo e diz "Foi Foda!" Isso é uma coisa muito louca e satisfatória.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

MEUS DESEJOS, SENTIMENTOS E VONTADES



 Desejos, sentimentos e vontades?! Sim, eu tenho tudo isso. Tem pessoas por aí que sabem quem eu sou, mas ao mesmo tempo, não sabem, entendeu? Sou humano, tenho sentimentos e tudo mais que as pessoas normais sentem. Sinto ódio, sinto amor, desprezo e tudo que existe na vida.
 É uma forma livre de ter suas vontades, um poder geral da sua própria cabeça, independente do que os outros vão achar. Não me importo muito com as opiniões alheias, o que vale é a minha e o resto que se foda.
 As pessoas que não me conhecem, pensam que eu sou frio. Mas que nada, tenho um certo ponto de fofura. Acho que quem é humano, ama, senti, tem suas vontades e tudo mais.
Amar é um sentimento forte demais, amo tanto que isso me faz até mal.
 Apenas não curto o lance de ser idolatrado demais por pessoas que nunca vi na vida, que me conhecem, que sabem quem eu sou fisicamente. Mas que na verdade, não sabem porra nenhuma.
 Acho estranho o jeito que chegam comigo e dizem alguma coisa, não é nada banal, é fora da lei...rs
Mas fazer o que? Tenho que me acostumar, mas não consigo aceitar a ideia de que sou "público" e que faço alguma coisa que muitas pessoas se identificam.
  Obrigado.
P.