sábado, 23 de outubro de 2010

DIAS DE AMARGURAS, DIAS DE FOFURAS

 Se você me ver com um óculos escuros, calado, no meu canto. Por favor, não chegue perto. Nesse dia, não estou legal, e para não ser arrogante evito falar. Não gosto de ser arrogante com ninguém, não gosto de dar patadas em alguém, só se for por merecer.
 Passo direto pra evitar essas coisas. Se falares comigo, tomo cuidado para não te maltratar. Mas deixo bem claro na minha cara que, não estou com paciência alguma. Eu fico largado, jogado.
 Fico frio, cruel. Torno-me uma pessoa totalmente diferente do que sou diariamente, porque sou louco, retardado, amável.
Nos dias de fofura eu dou um conselho. Pois  nesse dia meus lindos dentes aparecem brilhando, transbordando felicidade. Com um humor explendido, que acaba passando até para os outros. Eu rio, bagunço, brinco. Te abraço. Pergunto como você está, e me preocupo totalmente com você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário