sábado, 25 de junho de 2016

DESCONFIANÇA


 Primeiramente, acho que a base de qualquer relacionamento pra ser mantido deve ser a confiança. Sem ela acho que não conseguimos solidar nada. Ficar na desconfiança não é saudável e quando tu perceberes que chegou nesse ponto dele ficar sempre questionando, só digo uma coisa: Seja sensato e caia fora. Falo por experiência própria. Já tive um relacionamento em que teve uma hora que a desconfiança prevaleceu. Era um verdadeiro inferno. Por mais que eu esperneasse, chorasse e fizesse tudo que eu tinha que fazer pra provar algo, toda aquela cachaça era em vão. Hoje essa bendita desconfiança prevaleceu e destruiu dois relacionamentos meus. Um suposto "amor da minha vida" e uma amizade. Eu acredito que já sou bem grandinho, responsável e independente o suficiente pra não ter que perder tempo pedindo pra amigo fazer teste no rapaz que tô conhecendo. Além disso ser muito infantil, nisso também prevalece a tal da desconfiança. Se for pra ser assim melhor nem começar. Como eu disse no início do texto, confiança é a base pra manter qualquer relacionamento. Há 5 anos atrás havia prometido pra mim mesmo que jamais entraria nessa barca furada novamente. Onde tu só remas e não para de se afogar. Permanecer e insistir em um relacionamento onde no minimo a pessoa não confia em ti é querer ficar dando murro em ponta de faca. E isso dói muito. Machuca demais e não é nada saudável. E acredito que pra mim isso já se tornou uma cicatriz faz é tempo, e cicatrizes são feridas, e não é legal ficar remexendo em feridas não. Tu podes jurar com toda a tua sinceridade do mundo, mas não vai adiantar nada. Se a desconfiança prevalece, nada é feito. Fiz tudo isso e não adiantou nada. E na mesma hora depois percebi que eu tava fazendo besteira. "Meu, o quê que eu tô fazendo?". Percebi que eu tava me apedrejando. Tava derramando lágrimas em vão, porque a desconfiança tava lá. Predominando. Eu não preciso ter que ficar provando absolutamente nada pra ninguém. Eu cansei desse negócio de querer com que as pessoas permaneçam na minha vida de uma forma que elas não são. Eu não posso pedir e exigir que alguém mude. Cada um tem uma forma. O que me resta é aceitar ou não. Respeito, mas eu também tenho a opção de se vou querer isso pra minha vida. Independente se eu tô apaixonado, eu primeiramente tenho que me amar. Me colocar em primeiro lugar. Eu cansei de esquecer que eu existo. Agora outra coisa também que jamais eu esperava era que um amigo fosse tomar atitude de moleque! Sempre o achei meio sem noção por algumas situações de convivência, mas não esperava que isso fosse pra tanto. Acabou que conseguiu destruir com um relacionamento meu, mas também serviu pra me mostrar que a pessoa não confiava em mim o suficiente pra conseguir manter a paz entre ambos. E é como eu sempre digo, traição de amigo é pior que de marido. Porque traição de amigo nunca esperamos. E hoje a dose foi dupla e forte. 

segunda-feira, 20 de junho de 2016

DETALHES SEM IMPORTÂNCIA


 Nos últimos tempos aprendi uma coisa sábia. Aprendi que nem tudo precisa ser falado. Muitas coisas são bobas. São apenas detalhes mínimos sem nenhuma importância. Têm coisas também que precisamos guardar pra nós mesmos pra evitar confusão, brigas e desentendimentos. Aprendi que devemos manter segredos que não devemos contar nem pra nós mesmos. Não por questão de ser mentiroso e desonesto. Questão de precisar saber realmente o que precisa ser exposto e falado. 

sexta-feira, 17 de junho de 2016

HOJE EU AMOLECI



  Engraçado como depois que passa toda a raiva começamos a pensar melhor em tudo que aconteceu. Hoje me caíram lágrimas olhando pra tua foto e perguntando "por que" que tudo tinha que ser assim?! Por mais que eu tenha endurecido, hoje eu amoleci. A real é que tudo o que eu mais queria era que tivéssemos uma conversa digna. De duas pessoas adultas e civilizadas. O que mais me entristece é que nem convivemos direito, nem tivemos oportunidade de fazer praticamente nada juntos. Eu esperneei desejando que tu se explodisses e que sumisses da minha vida. Mas claro, não tenho sangue de barata. Depois de ter lido coisas como "o erro foi se apaixonar", "tenho medo de você fazer besteira comigo se for me ver pessoalmente" e "acho que não sinto o que eu achei que sentia". Queria que eu agisse de uma forma mais conformada do mundo? Eu tenho sentimentos. Ainda sou apaixonado sim. Mas se for pra não ser mais de fato, que tudo isso passe. 

quinta-feira, 16 de junho de 2016

MAIS UM LIVRO FECHADO


 Estou seco. Frio. Sem emoção alguma, mas ao mesmo tempo cheio de pensamentos e coisas pra falar sobre esse furacão que passei. Acho que foi o pior tipo de relacionamento que já tive com alguém, sabe? porque por mais que os outros tenham sido muito doloridos no final, esse foi pior. Os outros não alimentaram isso. Não ficaram me colocando lá no alto pra depois me jogar do mais alto possível. Não ficaram falando que estavam apaixonados por mim (até mesmo chegou a dizer MUITO) em uma semana, depois comentar sobre namoro em outra e na mesma semana acabar com tudo por causa de coisas fúteis e principalmente por mensagem. Sempre achei que terminar tudo por mensagem fosse a coisa mais covarde que um ser humano podia fazer. Por mais que tu estejas decidindo aquilo de longe, a melhor coisa que tem é tu chegares com alguém pessoalmente, olhar no olho e dizer o que tem pra dizer. Eu gosto de sentir, gosto de ver. Gosto do contato. Nem que seja o último. O pior de tudo isso é que eu me abri como nunca me abri pra ninguém. Contei todas as minhas dores. Todos os meus medos e receios. Aí a pessoa vem com o papo de que tá terminando tudo, porque é melhor pros dois. Mas a real é que essa opção é melhor apenas pra ela. Pois eu me tornei só mais um problema. Chegou um momento em que ele decidiu colocar tudo numa balança e só conseguiu ver os lados ruins. E só. Esqueceu de todo o resto. Esqueceu de como era bom passar o dia conversando, contando as coisas do seu dia a dia, dos seus medos, das suas frustrações presentes e passadas, de como foi bom estar junto. Trocando beijos e abraços. De como era tão tranquilo estar presente um com o outro. De como as coisas fluíam super bem quando nós dois estávamos perto. Mas é isso aí. Essa história de que será melhor pros dois foi tudo uma desculpa pra se livrar de mim, porque eu me tornei só mais um problema. Problema todo mundo tem. Erros todos cometem. Defeitos todos têm e por aí vai. O fato é que ele acabou criando uma projeção de pessoa perfeita, e com o tempo foi descobrindo os meus defeitos e foi querendo cair fora. Não esperou nem se quer conviver de verdade. Se baseou tudo por um aplicativo de conversa. Por isso que prefiro evitar conversar muito por whatsapp. Muitas vezes uma mensagem pode ser interpretada em um tom de arrogância ou algo do tipo, e isso destrói muito as coisas. Agora a gota d'água toda foi achar que eu podia querer ver pessoalmente pra fazer alguma besteira com ele. Além de achar que eu me tornei só mais um problema pra ele, ainda quis dizer que eu sou uma espécie de gente doente. Gostar não é nada disso. Gostar é procurar compreender. Aceitar os defeitos. Ter paciência. Tentar moldar tudo aos poucos. Principalmente porque eu me abri. Eu contei tudo sobre mim. Todos os meus medos. O minimo que eu esperava era compreensão, paciência e que isso iria mudando com o tempo. Nem tudo são mares de flores. Mas é isso aí. Eu jurava que iria estar na merda. Que iria ficar triste. Jogado pelos cantos. Chorando. Sofrendo. Mas eu acho que já levei tanto tapa na cara que endureci. Sinto também que tô mais forte. Bem mais forte. Eu tô bem e vou ficar bem melhor. E vou levar tudo isso como um aprendizado, mas também vou levar como uma das maiores frustrações que um ser humano podia ter me proporcionado. 

quarta-feira, 15 de junho de 2016

GRANDE FRUSTRAÇÃO


 Chegou o tempo que tenho pra falar algumas coisas pra expurgar tudo o que me dói.. Tudo tem ficado muito confuso, cada vez mais sinto que você me alcança menos e acho que esclarecer algumas coisas pode ajudar. Você diz que gosta de mim, mas talvez  esteja enganado. Se apaixonar é compreender. Talvez você goste de quem você é quando estou por perto. Talvez você goste apenas da ideia que tem de mim, e isso não sou eu. Isso é você querendo que eu caiba nos seus anseios, nos seus desejos. Vê? Isso é você gostando de si mesmo. Essa é a soma das suas perspectivas, que muitas vezes não condiz com o real. Nesse caso, não tendo eu outra alternativa além de ser o que eu sou, a você restam duas opções: me ame, ou me deixe. Me queira com tudo o que eu tenho de bom e de ruim, com todas as idiossincrasias e as pequeninas coisas que muitas vezes você nem considera correto. Entenda que eu não escolhi e nem tenho culpa de ser cavalo selvagem:  o fato de você conseguir cavalgar comigo depende unicamente da sua destreza. Entenda que eu sou como um gato, variável , inconstante, mas sempre honesto: uma vez que se sabe lidar com ele é garantia de carinho e apego eterno. Caso contrário, arranhões e comportamento arredio são inevitáveis. Caso contrário, se prepare pra me ver fugir ou te ignorar. Quem quer conviver com bichos selvagens deve estar preparado para as intempéries. No mínimo existe a garantia de surpresa e nenhuma previsibilidade, nunca se sabe o que pode acontecer. Pra uns isso pode parecer desesperador, para outros é apenas imensamente emocionante. É sempre seu direito botar na balança e decidir se quer viver assim na corda bamba, numa aventura sem roteiro pré-estabelecido. Mas se me quer por perto, deixa-me ser.  Não me tome por pretensioso por falar desse jeito sobre mim mesmo.  É apenas uma tentativa de que eu e você descubramos se existe realmente algum laço real, ou se ele é feito de filó. Você diz que está escolhendo o melhor para nós dois, mas a real é que tomar uma atitude covarde de terminar tudo por mensagem, nem se quer fazer questão de olhar no meu olho pra dizer que não quer mais e agir de uma forma super egoísta só vai piorar essa minha cabeça doida. Decifra-me, ou te devoro. Sem dó nem piedade.