sexta-feira, 9 de outubro de 2015

RELATOS DA MADRUGADA


 São duas da manhã e eu tô aqui com a cabeça à mais de mil, e quando tô assim preciso botar pra fora tudo o que tô sentindo e pensando e a melhor forma pra isso é escrevendo. É a minha grande válvula de escape pra aliviar os meus anseios. E detalhe, pela primeira vez não estou redigindo isso de um computador, e sim do meu celular. Mas vamos lá. As coisas amenizaram bastante. Os meus pensamentos em cima de ti diminuíram, mas quando bate ainda vem forte. Ainda mexe comigo. Eu acredito que não é assim tão fácil esquecer e tirar alguém da cabeça, né? Deitei aqui e comecei a pensar em ti. Gostaria de saber como tu estás, se tá tudo bem, se pelo menos ainda lembra de mim. De como anda a vida. Em momento de raiva e decepção falamos tanta besteira. Aquele lance de que não era mais pra ti não me procurar foi meio que precipitado, porque no fundo eu estava querendo que tu viesses até mim. Eu excluí teus contatos pra não ter que me pegar indo atrás e se ferindo mais ainda. A minha vontade mesmo é de que tu se resolvas, que organizes a cabeça e que venha conversar comigo. Acho que além disso não tenho mais o que falar. Só tava aqui querendo descarregar tudo isso pra dormir mais tranquilo. 

domingo, 4 de outubro de 2015

FINAL DE NOVELA


 Chegamos a mais um final de uma novela, e esse tipo de novela que eu falo nunca tem um final legal. Na verdade acho que isso foi mais um curta do que uma novela, né? Mas enfim, vamos colocar os demônios pra fora. Acho que nunca tinha embarcado com alguém tão confuso e que não sabe nunca firmar o que quer. Uma hora está fofo e tal hora não tá afim nem de conversar direito. Começou a aparecer que eu estava forçando as coisas, mas a sua interpretação não foi das melhores. Eu precisava apenas de uma resposta: Saber realmente se havia algum interesse em mim. Hoje descobri que tu estás preso demais à um passado. Ele ainda mexe muito contigo. Inclusive ainda pensas em retornar pra ele, e foi o que mais me frustrou e fez com que eu largasse da tua mão no meio desse caminho. Largo da tua mão com tamanha tristeza. Pois sempre acreditei que retornar à um lugar onde nada deu certo é persistir em um erro, acredito também que tentar duas vezes onde há erros cruéis é burrice. Já tive experiência sobre isso. Não é pensamento egoísta em desistir de outra pessoa por ela estar envolvida com coisas ruins, mas se houve pedido e mesmo assim as coisas continuam da mesma forma, por que insistir? Mas cada um sabe o que faz. Todos são livres. Jamais vou implorar por atenção e carinho. Esses tipos de coisas têm que ser da forma mais natural possível. Acho que até agora tu deves tá meio cético em relação ao meu sentimento por ti, e eu estou cético também, mas tenho certeza do meu sentimento depois de toda essa tempestade grotesca. O meu ceticismo é só de como fui acabar gostando de um carinha que nunca vi na vida. Tu disseste que era melhor eu me afastar pelo meu próprio bem, mas tu não sabes o que falas. Me afastar de ti vai ser se destruir e cair em um buraco bem fundo nesses próximos dias. Tô sentindo o que eu mais temia. Coração tá sufocado e apertado. Pois eu sei que encontrei alguém que eu poderia dar muito certo, independente se tô pensando em relacionamento ou não. Mas o que eu quero dizer é que meu coração tá doendo muito, pois tô deixando ir embora alguém muito especial. É aquele lance de identificação, sabe? Eu pedi pra ti não me procurares mais, mas acho que a real é que eu vou tá torcendo pra quê tu me procures e diga que vais querer tentar comigo alguma coisa, dar uma chance pra tudo isso. Pois o meu sentimento por ti é verdadeiro e forte. Como eu já havia dito no texto anterior, logo agora que eu já estava conseguindo libertar depois de 5 anos o meu lado sentimental aí acontece isso. Corações machucados passam por um processo de resiliência e se tornam cada vez mais frios. E é o que vai acontecer comigo. 

CORAÇÃO MACHUCADO E CONFUSO


  E olha eu aqui de novo mais uma vez. Parece que quando as ondas que ferem e nos destroem resolvem vim, elas vêm tudo de uma vez só. Pesada e sem piedade. É muito ruim sentir o que tô sentindo. É muito ruim sentir vontade de chorar a todo momento. É ruim perceber que aconteceu algo que eu mais temia. Não quero culpar absolutamente ninguém, mas acho que antes de tudo criar raiz as coisas podem ser evitadas. Não temos controle sobre quem e quando gostar. O coração é traiçoeiro e não nos dá a liberdade de optar por esses tipos de coisas. Logo agora depois de 5 anos que eu tava colocando pra fora o meu lado sentimental de novo, aí mais uma vez ele é machucado e acho que isso vai acabar sendo uma opção pra eu fechá-lo de uma vez, porque pessoas frias se protegem mais e se machucam menos depois. É aquele lance de nada comover, nada sentir e nem se preocupar. É ruim acabar criando esse tipo de proteção, pois isso só se cria depois de se machucar muito. Tu pedes um tempo sem antes dar uma chance pro que pode acontecer. Tu pedes um tempo e ao mesmo tempo dizes que não quer que eu fique longe. Tu dizes que estás confuso, mas acaba me confundindo junto. E isso dói. Dói muito e continua doendo. Porque agora eu percebi que realmente eu tô gostando de ti. Que louco, não? Gostar de uma pessoa que nunca vi na vida. Pois é, nem eu sei como. Não queira que eu explique algo que no momento está sendo indecifrável. Eu pedi pra tu vires até mim quando tiver com a cabeça mais organizada, mas estou aqui louco pra te mandar uma mensagem ou até mesmo chegando alguma tua perguntando como eu tô. E como eu estou? tô bem mal. Chorei a tarde toda no colo até dos meus amigos, coisa que jamais achei que aconteceria de novo. E sim, aconteceu. Aconteceu o pior. Tô machucado. Tô triste, mas eu espero que isso passe logo. E eu sei que uma hora passa. Tua dúvida é se eu ainda vou te querer quando tiver se sentindo melhor, mas de uma coisa eu acho que tu podes ter certeza em relação à isso: Eu vou tá aqui te esperando. 

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

É POSSÍVEL SE APAIXONAR POR ALGUÉM SEM NUNCA TER VISTO PESSOALMENTE?


  Nos últimos dias aconteceu algo que até agora ando não entendendo porque está acontecendo. Conheci um menino na internet e desde então comecei a ter um grande afeto por ele sem mesmo conhecê-lo pessoalmente. Sabe aquele nó na garganta e o coração acelerado que sentimos quando alguém que gostamos muito manda mensagem no whatsapp? Pois é. Eu sinto isso quando ele me manda. E o mais louco é que nunca nem se quer nos vimos pessoalmente, só sei que de fato ele mexe muito comigo. Eu me preocupo. Dou aquele leve sorrisinho quando vejo as notificações no meu celular e lá tá o nome dele com mensagem no whatsapp. Isso é muito surreal, porque será que existe mesmo esse negócio de gostar de alguém sem nunca ter visto pessoalmente? Sei lá. Não tô criando expectativa alguma sobre isso, até porque já deixei de fazer isso há muito tempo desde que comecei a ficar desacreditado de relacionamentos sérios. Só que eu tô animado. Veja bem, estou ANIMADO. É totalmente diferente de criar planos e ir bolando as coisas. Eu deixo tudo ser natural. Nada forçado. Tô me permitindo, com medo, mas tô indo nessa. Aos poucos, sem saber o que vai acontecer. E tô aqui contando as horas e minutos pra vê-lo pessoalmente e poder dar logo um abraço apertado pra ver o que eu vou sentir e o que vai acontecer daqui pra frente.