quarta-feira, 16 de novembro de 2016

COMPLEMENTAR


  Eu acho que ultimamente todos os meus relacionamentos não estavam dando certo por puro desespero. Meu mesmo, no caso. Eu tava naquele pensamento maluco de que eu precisava de alguém pra tá comigo. Pra namorar e me fazer bem. Mas eu caí na real. Eu primeiramente tenho que me sentir bem sozinho, porque amor não completa, ele acrescenta e acompanha. Amor não é pra fazer com que tu fiques feliz, amor serve apenas pra dobrar todas as tuas sensações e vontades. Se eu morrer de sofrer por amor, eu acredito que isso seja errado. Amar não é pra sentir dor. Amar não é pra ficar triste. Isso tudo tá muito errado. Amar não é pra tornar as coisas difíceis de acontecerem. Claro que um pouco de esforço é sempre válido pra muita coisa, mas isso tem que ser recíproco. A canoa não continua sua viagem se apenas um lado rema. Não precisa demonstrar quantidade. Apenas demonstre interesse. Só sei que depois de tanta porrada na cara, agora o que eu preciso é apenas ficar sozinho mesmo. Me divertir. Aproveitar outras coisas e deixar de lado essa loucura toda por um tempo. . Esquecer totalmente as histórias passadas. Superar de vez pra eu poder embarcar em uma nova história. É aquele lance de terminar um livro primeiro pra começar um novo.  Porque quando menos se espera, aparece alguém apenas pra complementar essa coisa toda. 

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

SE ACABOU TERMINE DE VEZ


 Eu fico imaginando o que passa na cabeça de uma pessoa querer ficar maltratando outra sabendo que essa outra obtém grandes sentimentos por ela?! Eu imaginava que agora seria o momento de aproveitar ao máximo o tempo e consertar tudo o que havia acontecido em alguns meses atrás. Pobre pessoa iludida que eu sou. Eu e essa minha mania terrível de achar que todo mundo merece uma segunda chance. Eu e essa minha mania terrível de agir com a emoção e não com a razão. No fundo eu sabia que voltar pra isso seria total furada, mas eu sou do tipo que paga pra ver. E muitas das vezes eu acabo me ferrando pra valer. Eu queria muito ficar em paz com todo mundo, mas isso não depende só de mim. Eu acho que eu não mereço tanto desprezo, desumanidade e egoísmo. Principalmente porque eu tenho sentimentos. Sentimentos fortes, profundos e intensos. Eu nunca mais caio nessa vibe de recomeçar o que já tinha terminado. E sinceramente, eu espero que dessa vez eu tenha aprendido.