segunda-feira, 11 de julho de 2011

SEGREDO INTERNO


  Veja só, repare e pense no porque de sempre eu estar ali quieto e pensativo. Estou lá, sempre sendo aquele ser com algum segredo interno, aquele que só eu mesmo sei, que prefiro guardar e pensar em algumas coisas até resolve-las.
  Tudo tinha ficado muito confuso, ao mesmo tempo eu estava gostando de duas pessoas. Me sentia como um bicho selvagem que não raciocinava e que tudo era apenas uma falta de lógica na minha cabeça, não sabia como encaichar as peças em seus devidos lugares, a minha mente sentia uma dor imensa, apertava a cabeça e o coração, meu peito fechava-se cada vez mais.
  Não suportando mais tudo isso, resolvi contar. Mas isso foi decidido quando vi que tinha concluído tudo, que amava apenas uma pessoa, que aquilo eram apenas cacos de um coração passado, fraco, sem coragem e sem decisões certas pra vida. Aqui estou, aqui eu sou um coração recuperado, que aprende cada vez mais com a vida e com o momento. Coração que te ama cada vez mais, mas que sabe ter os devidos cuidados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário