domingo, 5 de agosto de 2012

COMEÇO, MEIO E FIM


 Toda história têm seu começo, meio e fim. E mais uma vez cheguei ao fim de mais uma história. Existem vários momentos da vida em que podemos seguir longas estradas, longos percursos e procurar algum caminho pra se manter bem e feliz. Mas em todos esses caminhos as pessoas ainda me surpreendem, principalmente quando muitas delas se revelam nos finais das histórias. Talvez, palavras ditas nos finais seja uma forma de proteção, de se defender atacando aos outros. Atacando até mesmo as pessoas que mais amamos.
 Todo caminho tem seu desgaste, se você consegue chegar ao final do caminho é porque tudo procurou chegar ao seu final. Muitos finais são felizes, e outros não. Afinal, a vida é cheia de felicidades e infelicidades. Alegrias e decepções. E eu sofri mais uma dessas nessa vida.
 Cheguei a mais um final. Abalado, em choque, triste, decepcionado e surpreso com muitas palavras jogadas ao vento e que foram parar na minha cara. Dando pontadas no meu coração, coisa que eu tenho, mas que muitos podem não acreditar. O motivo das vezes em que eu sou frio, talvez, seja o mesmo motivo de se defender. Pessoas que sofrem tanto aprendem, sem mesmo querer, a ser frias e calculistas em várias situações. Mas pessoas em momentos frios são totalmente cheias de feridas e cicatrizes por dentro. Cicatrizes têm o significado de ter se curado de alguma dor, mas também elas ficam ali naquele canto, pra sempre deixar na memória o que aconteceu.
 Vou sentir mais uma dor, a dor de uma perda. A dor de uma falta, a dor de um vazio por dentro. Mas chega aquele momento em que você tem que saber parar, tem que saber dar um ponto final em tudo. Porque ficar se machucando não é nada legal, principalmente quando se ama. E eu amo. Amo e vou guardar todos os melhores momentos que eu tive dentro da minha cabeça, vai ser mais um livro em que eu vivi. Mais um de muitas histórias, mais um de muitas aventuras em que eu já vivi.
 Acho que deve ser muito difícil conviver com uma pessoa que é solta demais, que tem liberdade pra tudo. Que ama ficar no meio de gente, conversar, abraçar e curtir momentos loucos. E eu sou desse tipo de pessoa. Se eu procurei parar por aqui, não foi por não te amar mais, e sim, porque percebi que você merece pessoa melhor. Uma pessoa que seja mais tranqüila, menos aventureira e que te dê total atenção. Pois eu nunca te dei total atenção pra todas as coisas, pois não posso. Afinal, existem outras pessoas importantes na minha vida e que precisam um pouco de mim em cada hora. Eu procuro me dividir sempre no máximo em que posso, pra agradar as pessoas. Talvez, seja esse meu problema, eu amo tanto as pessoas que isso pode me fazer até mal. Não sou a mim, tanto pras pessoas que estão junto comigo. Que querem toda a atenção do mundo, coisa que não posso dar a ninguém.
 Querer toda a atenção do mundo é egoísmo, querer a pessoa toda pra você também é egoísmo. Afinal, não sentimos amor apenas por uma pessoa. Não falo de namorar com mais de uma pessoa, falo de amar os nossos amigos, outras pessoas que também, de alguma forma, são próximas de nós. E essas pessoas próximas também precisam de um tempo comigo, de se divertir. Pois querendo ou não, elas também precisam de mim e eu preciso delas. Só espero que seja feliz e que encontre uma pessoa que possa te fazer feliz de verdade, já que quando tudo acabou você percebeu que nunca foi feliz comigo. E como eu disse, talvez, isso tenha sido uma forma de me afetar. E confesso que conseguiu. Mas fazer o quê? As pessoas têm o direito de falar e pensar o que quiser. Quem sou eu pra mudar alguma coisa?  Agora é isso, vou  procurar curtir minha vida e você fique em paz curtindo a sua. Não vou ficar falando de você por aí, ficar falando de seus defeitos e qualidades. Afinal, todos são cheios disso. E não to mais aqui pra ficar apontando o dedo pra essas coisas. E jamais vou esquecer os momentos bons, pois fui feliz em cada um deles. Cada segundo eu aproveitei, cada segundo eu soube guardar de alguma forma, porque eu sei que tudo sempre acaba. E agora percebo que acabou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário