quinta-feira, 9 de agosto de 2012

ARREPENDIMENTO E CULPA



 Sabe àquelas horas em que bate o arrependimento e a culpa? Pois é. Essa semana me veio essas coisas. Se eu pudesse voltar no tempo e concertar todas as borradas que eu já fiz, todas as besteiras e atitudes que tomei. Se eu pudesse ter de volta tudo que eu perdi, que eu mais amei. E acabei perdendo o amor da minha vida. A pessoa que me compreendia totalmente, que me acompanhava em tudo e que me ouvia. Só que eu nunca havia reparado em todos esses detalhes, nunca havia enxergado que eu era demais feliz.
 Eu senti muitas dores, mas hoje em dia eu sei que essas dores nos fazem crescer. E esse crescimento é sorrir, é ficar bem, é ser feliz. É ter muitos motivos pra sorrir, pra amar e ficar em paz. O arrependimento maior é ter colocado um ponto final na minha felicidade, com o arrependimento vem a valorização maior depois da perda. E que perda, meu Deus.
 Agora tô aqui. Sofrendo e perdido. Me sentindo culpado por fazer mais uma burrice na minha vida, e por fazer tanta besteira acabei tendo mais uma perda. E é nisso que eu me sinto culpado, culpado por estar sozinho e infeliz. Derramando todas essas lágrimas incontroláveis. Gritando na altura do som alto que toca músicas tristes. Colocando a cara no travesseiro pra abafar meus berros de dor. Dor essa que eu sinto no meu peito. Peito vazio. Vazio, porque agora percebo que estou sem você. Sem você pra me dar carinho, amor e me deixar na verdadeira paz e tranqüilidade. E agora estou partindo, partindo pra me cuidar. Pra retornar a estaca zero, e voltar pra te buscar. Mas voltarei novo em folha. Renovado. Disposto a te reconquistar e te fazer feliz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário