terça-feira, 31 de janeiro de 2012

ÚLTIMAS PALAVRAS

De: Harry Para: Bob
 
 Meu caro amigo, Bob. Decidi lhe deixar estas palavras por pura consideração, mostrar que meu amor existe junto com a grande amizade que construímos. Venho nesta carta, fazer com que você entenda algumas coisas antes de se precipitar e sair me julgando, mesmo sabendo que não tenho mais como me defender.
 Meus pontos de vontade se esgotaram. Percebi que cansei das pessoas, mas fui perceber depois de um bom tempo. Na verdade, nunca gostei dos humanos. Eles são monstros, com uma inteligência que me surpreende. Mas ao mesmo tempo, me decepciona por ver que eles não sabem usufruir de tudo isso. Pisam uma em cima das outras como se houvesse alguma guerra. "Em cada território que destruímos um ser, chances de viver mais serão bem vindas".
 Acabei caindo na armadilha desses monstros. Pois de alguma forma acabei amando cada um, se tornaram seres com uma grande importância na minha vida. Se por algum momento você me ouviu dizer que eu era feliz, foi por puro momento. Tudo porque eu achava que eram pessoas com coração, sentimentos. Mas percebi que tudo é seco, tudo é cinza. Essas pessoas andam por aí sem sentido nenhum pra vida, não se importam com ninguém. E o pior de tudo isso é que acabei amando essas pessoas. Acho que esse é o meu problema, amo tanto que isso acaba me fazendo mal. Tentei de diversas formas tentar amar assim mesmo, tentar conviver com isso e aprender a amá-los como supostamente eu achava que eles me amavam. Agradeço a você meu amigo por todas as vezes que me ouviu e que me fez manter essa vida intacta. Só quero que saiba que não vou agüentar mais uma separação na minha vida, a Linda sempre vai ser minha. Não posso continuar vivo e vê que ela se vai, não tenho mais forças pra encarar mais uma separação. Meu pai quando se separou da minha mãe, quanta dor. Minha infância foi um lixo, as coisas que eu tinha simplesmente sumiam. Tudo por conta da minha mãe ser uma viciada em drogas. Por isso, não tenho mais forças pra agüentar toda essa dor de novo. Por mais que sejam com outros roteiros, sei que vai ser a mesma dor. Pois mais um alguém que amo tanto vai partir. Não me defina como egoísta por está indo embora sem te dar um abraço, afinal estou lhe deixando essas últimas palavras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário