sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

PROCESSO DE CRIAÇÃO



  Entrei naquele processo que achamos que temos que renovar, criar alguma coisa. A forma que escolho é me isolar do mundo, das pessoas. Me trancar no quarto, ficar ali em silêncio comigo mesmo.Lá está ele, o violão. Único companheiro que deve estar com você, vai ajudá-lo à criar algo que estiver cutucando sua cabeça. Algo que te pertuba, faz pirar, e não sabe o controle que isso tudo tem.
   É uma coisa louca que está ali, só lá. Seus pensamentos ficam ali, sem rumo. Enquanto você não parar, colocar papel e caneta na sua frente, aquilo fica te cutucando e pertubando. Até você saber expor aquilo e a melhor forma, é criando.
  Aproveitarei este momento pra revisionar tudo que já fiz, tudo que eu já criei com aquela cabeça das antigas. Essa que hoje em dia, é diferente. Mais evoluída. Mais concentrada e organizada na hora de expor as suas ideias e criações.
  Agora ficarei ali, quieto, parado, pensativo. Não forçarei nada, vou deixar rolar e vim, e vamos ver o que acontece e o que vem por aí.

Nenhum comentário:

Postar um comentário