sexta-feira, 23 de março de 2012

UM MONSTRO INTERNO

 Acho que existe outro ser dentro de mim. Não falo sobre personalidades, talvez, possa chegar perto. Mas falo sobre os momentos de raiva e estresse. É tudo inevitável, é tudo tão estranho e diferente de mim mesmo. Procuro entender a minha própria cabeça nesses momentos de fúria, fico tentando me convencer de que isso é uma coisa comum nas outras pessoas, mas não. Já reparei que existem pessoas com total controle das situações, que pensam mesmo até nas horas de raiva e que sabem domar isso da melhor forma.
 Eu sinceramente sinto inveja desse tipo de pessoa. É algo que admiro e que procuro fazer o mesmo. Ter o controle da situação é uma das melhores coisas possíveis. Não adianta eu tentar me aliviar em local de trabalho, a raiva só aumenta. A melhor coisa é eu chegar em casa e tentar ficar relaxado, tentando me distrair ao máximo. Antes disso, fico tentando ao máximo tratar as pessoas próximas da minha melhor forma quando eu estiver nesses momentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário